Ativismo viral – Alix Didier Sarrouy (BUALA)

… Relendo criticamente Beautiful Trouble, um manual de desobediência civil, o capítulo sobre ação direta refere que esta implica o coletivo para mudar as circunstâncias existentes, mas sem que se transfira poder a um mediador. Na causa da Justiça Climática por exemplo, os ativistas portugueses, tal como os seus parceiros internacionais com os quais estabelecem fortes redes, agem em grupo, tendo o Do It Yourself como mote para garantir que o previsto vai acontecer. O que não falta é criatividade e humor, com engenho e arte. No entanto, o coronavírus e as repercussões que teve a nível de confinamento, reduziram fortemente a Greve Climática de 13 de Março 2020, planeada há meses. Este primeiro embate foi recuperado e convocaram-se reuniões nos grupos de trabalho espalhados pelo país. Havia que definir novas táticas ativistas adaptadas às condições impostas. Obviamente que o mundo virtual se tornou um campo de batalha, espaço de digital takeovers, digital strikes, digital hugs, love, solidarity… complementados por twitterstorms, mail bombings e instalives.  …


Para ler o artigo completo no BUALA, clica aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *