Contestação à GALP une artistas de vários países em festival de música online – Greensavers

Os activistas acusam a Galp de “extractivismo ambiental e social”, de ser o principal actor na crise climática em Portugal, e também de uma nova forma de colonialismo ao explorar combustíveis fósseis nos países que anteriormente foram colonizados por Portugal.

O festival GALP Must Fall Live faz parte de um protesto que reivindica o desmantelamento da Galp, uma transição energética que seja justa para os trabalhadores afectados, reparações para as comunidades e ecossistemas afectados e energia pública para todas as pessoas, 100% renovável e gerida de forma democrática, pode ler-se no website da iniciativa, onde estão anunciadas as actividades previstas para dia 24 deste mês.

Ler a notícia completa, aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *